Município de Amarante tem nova marca

A Câmara Municipal de Amarante apresentou, no Museu Amadeo de Souza-Cardoso, a nova marca do Município, criada pela empresa Ivity, num processo que, de acordo com responsáveis daquela organização, demorou cerca de dois anos.

Considerada “arrojada” e, por esse facto, poder ser percecionada como “estranha”, segundo foi referido, a nova marca foi construída com base em figuras e valores amarantinos, que haveriam também de inspirar a criação de uma fonte tipográfica exclusiva, cujo desenho incorpora arcos que remetem para as pontes de Amarante.

Longe de constituir um obstáculo à sua interiorização, o arrojo da marca confere-lhe, segundo os criativos da Ivity, um ciclo de vida mais longo, de 20 a 30 anos, ao contrário do que acontece com as marcas mais óbvias, que cansam e exigem refrescamentos precoces.

A sessão de apresentação da marca Amarante incluiu uma mesa redonda em que participou Maria João Vieira Pinto, amarantina radicada em Lisboa, onde é Diretora de Redação das revistas Marketeer e Executive Digest.

Divulgada a marca, o Município de Amarante apresentou também o número 1 da revista MADE, uma publicação de caráter económico, bilingue, que faz parte da estratégia da autarquia para a atração de investimento.

Prometendo voltar a olhar para a nova marca do Município, AMARANTE MAGAZINE transcreve, a seguir, o texto que Carlos Coelho, Presidente da Ivity Brand Cop. assina na MADE, e que é explicito sobre os fundamentos que levaram à sua criação.

 

Amarante, marca de pontes criativas com a natureza.

As marcas territoriais são aglomerados de história, que se manifestam numa geografia, em forma de cultura. Amarante é um destes lugares especiais onde desde sempre desaguam naturezas. Sem desaguar o olhar no rio, no vale e na serra, Amarante e os amarantinos não seriam o que são. A sua natureza é criativa e liquidefeita. A sua cidade é um postal, berço de resistentes, poetas, pintores e artistas,

Talvez tenha sido tudo isto que São Gonçalo quis ligar, quando ergueu uma ponte, pela qual todos iriam passar, atribuindo à região o propósito de unir pessoas e lugares. Amarante é desde então um território-ponte. Ponte de resiliência, resistência, ponte de ligações territoriais, culturais, emocionais, sociais, temporais e empresariais.

Ponte entre binómios, com dois grandes padroeiros: um artístico, Amadeo e o outro religioso, São Gonçalo, que é um beato com força de santo. Mas Amarante é acima de tudo uma marca-princesa que nasceu, brincou e cresceu no Tâmega. Uma marca que não quer perder nada do passado e que quer levar para o futuro as suas tradições, as suas personalidades, a sua ligação à natureza e às artes, a sua essência e memória coletiva.

Uma marca vaidosa, com um ego amarantino do tamanho do mundo. Retrato de um povo que “tresanda” a Amarante e tem a sua personalidade moldada pelos binómios da natureza. A nova marca de Amarante é um desenho da alma de quem sempre viveu entre o céu e a terra; inspirada na natureza e materializada nas artes.

Uma marca atual, moderna, enérgica, autêntica e convidativa, de um território que se afirma como um polo cultural e artístico; e um destino turístico e empresarial de elevado potencial. Marca Amarante, a cidade natureza-criativa mais cultural e contemporânea de Portugal. Uma Marca-ponte geoestratégica para o Douro vinhateiro. Uma marca que nasce com saudades do futuro, empreendedora e afirmativa. Uma marca-território que imagina ser tão viva e atrativa social e empresarialmente, que conquiste visitantes, mas também futuros habitantes.

Uma marca inquieta de uma terra impressionista, cubista, futurista, abstracionista, poética, literária, arquitetónica, romântica, musical, cultural, expressionista por Natureza. Uma marca emotiva, fruto de uma natureza criativa, e de um espírito dramático que, no nevoeiro artístico dos dias, ri “diabolicamente”. Uma marca onde se perpetuam tradições sagradas e profanas, doces decentes e indecentes.

Uma marca que pretende sair fora do vulgar, cheia de vontade de lidar com a complexidade do futuro. Uma marca Amarante que é um coração que pulsa por quem sonha viver uma profunda vida de amor e arte.

Esta é a nossa, a vossa, marca Amarante. Bem-vindos. Bem-viva, Amarante, natureza criativa.

 

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar