Patrulha Baião vai vigiar floresta

Os elementos que vão formar o terceiro turno da Patrulha Baião, inseridos no programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Floresta, iniciaram, ontem, uma ação de formação em antecipação do arranque das suas atividades, informou a autarquia.

Em cada turno os voluntários serão colocados em grupo de dois nos pontos de vigia previstos pelo Plano Operacional Municipal de defesa da floresta e natureza contra incêndios.

Os responsáveis pelos pelouros da Juventude, Anabela Cardoso e do Ambiente, Henrique Gaspar, estiveram presente na abertura da formação e sublinharam a importância deste programa como um “reforço dos meios de prevenção, combate e outras medidas de proteção” das florestas.

O Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas destina-se a cidadãos residentes em Portugal, com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos, inclusive e promove práticas de voluntariado no âmbito da preservação da natureza, florestas e respetivos ecossistemas, através da sensibilização das populações em geral, bem como da preservação contra os incêndios florestais e outras catástrofes com impacto ambiental, da monitorização e recuperação de territórios afetados.

O programa conta com a parceria e apoio dos Bombeiros Voluntários de Baião e de Santa Marinha do Zêzere e da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do departamento do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar