Cercimarante apela à doação de bens alimentares para apoio a famílias carenciadas

São duas as lojas de distribuição de Amarante onde podem ser doados alimentos: Pingo Doce e Intermarché.

Cercimarante alarga prazo da campanha de recolha de bens alimentares para apoio a famílias cadenciadas.

Quem não teve a oportunidade de contribuir para a Campanha de recolha alimentar “Mais Natal”, promovida pelo Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) da Cercimarante, poderá fazê-lo, ainda, até ao dia 20 de dezembro, uma vez que o prazo da iniciativa foi alargado.  

Esta Campanha, que está a decorrer desde 23 de outubro, tem como objetivo angariar bens alimentares, entre outros, que se destinam a ajudar, durante o ano, e pontualmente, as famílias que são acompanhadas por este Serviço.

Este ano, devido às restrições provocadas pela pandemia, a Campanha está a ser feita em diferentes moldes, pelo que, nos Hipermercados Intermarché de Amarante e Pingo Doce de Amarante está afixada informação sobre esta iniciativa e estão reservados e devidamente sinalizados um carrinho de compras e uma caixa com a imagem da Campanha Mais Natal, para que a Comunidade possa deixar os bens alimentares que adquirir para este efeito. 

Para além destes dois locais, e a todos os interessados, há também a possibilidade de contribuírem para esta causa entregando o donativo à Sede da Cercimarante, localizada na Rua de Guimarães, nº 869.

Uma vez que se vive um ano díspar, no qual as famílias têm demonstrado mais dificuldades e, por consequência, os pedidos de auxílio têm sido mais recorrentes e urgentes, a Cercimarante apela à Comunidade para a doação de bens alimentares, de forma a contribuir para o bem-estar das famílias mais necessitadas. E, aproximando-se, a passos largos, a quadra natalícia, para poderem ter mais conforto e felicidade.  

O CAFAP presta apoio especializado a famílias com crianças e jovens, estando vocacionado para a prevenção e reparação de situações de risco psicossocial, mediante o desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais das famílias.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar