António Costa inaugurou troço eletrificado Caíde-Marco

António Costa na cerimonia de inauguração. Foto Município de Marco de Canaveses

A circulação de comboios elétricos do serviço urbano do Porto até Marco de Canaveses foi hoje inaugurada numa cerimónia presidida pelo primeiro-ministro, António Costa.

A comitiva, que contava, entre outros com o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos e o presidente da CP, Carlos Nogueira, viajou, pelas 11h00 da manhã, ao longo do novo troço eletrificado da Linha do Douro, entre Marco de Canaveses e Caíde, no concelho de Lousada.

A cerimónia contou ainda com a presença de autarcas da região, nomeadamente Cristina Vieira (Marco de Canaveses), Pedro Machado (Lousada) e vários presidentes de freguesias atravessadas pelo troço ferroviário.

O chefe do Governo e a autarca Cristina Vieira. Foto Município de Marco de Canaveses

Em Caíde, o primeiro-ministro defendeu o investimento na infraestrutura ferroviária, ao abrigo do programa Ferrovia 2020, como uma forma de diminuir a dependência do país em fontes externas de energia.

A eletrificação do troço da Linha do Douro entre Caíde e Marco vai permitir o incremento das ligações diárias – que passam de 20 para 30 – e uma média de tempo de viagem a rondar a 1h15.

 

Espera-se que ainda este ano seja lançado o concurso para a eletrificação do troço ferroviário da Linha do Douro, entre as estações de Marco de Canaveses e da Régua.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar