Amarante: Município considera positivo balanço da campanha “Viva o Natal na magia da economia local”

Câmara de Amarante considera positiva a campanha “Viva o Natal na magia da economia local" (Foto AM)

DURANTE O MÊS DE DEZEMBRO, a campanha “Viva o Natal na magia da economia local” – promovida pelo Município de Amarante, em parceria com a Associação Empresarial de Amarante, a Associação Empresarial de Vila Meã e o Movimento We Will Rise – mobilizou muitos esforços no apoio à economia do concelho e os resultados são, segundo fonte da autarquia, muito positivos: as 200 empresas participantes distribuíram 58 mil bilhetes de sorteio (que integrava a iniciativa), atribuindo 20 mil euros em vouchers que deverão ser gastos até 31 de março. 

Esta iniciativa teve um impacto muito positivo. A adesão foi significativa por parte dos empresários, que tiveram um papel fundamental no sucesso da campanha, mas também por parte da comunidade, que aderiu, dando preferência ao comércio local, considera André Costa Magalhães, vereador com o pelouro da Promoção e Desenvolvimento Económico, citado em comunicado da Câmara Municipal de Amarante.

Para aquele responsável, “apoiar a economia local é uma missão e um compromisso que vai além desta iniciativa e deve mobilizar-nos a todos: ao município, às associações e à comunidade civil. Fica, então, o desafio: numa altura em que lutamos contra uma pandemia, estejamos todos unidos em prol deste objetivo, não só da saúde e do bem estar, mas também do desenvolvimento económico de Amarante.”

Dirigida ao comércio de rua, lojas de prestação de serviços, hotelaria, restauração e operadores turísticos de Amarante, a campanha “Viva o Natal na magia da economia local” foi desenvolvida para promover e apoiar a economia local num final de ano atípico com quebras brutais no setor do comércio e restauração devido à pandemia da Covid-19.

A iniciativa está agora na segunda fase, numa altura que se adivinha difícil pelo contexto pandémico. Até 31 de março, os 20 mil euros atribuídos em vouchers poderão ser descontados numa das 200 empresas que participaram na “Viva o Natal na magia da economia local”, incentivando, uma vez mais, ao consumo local e à dinamização económica do concelho.

Segundo a autarquia de Amarante, desde o início da pandemia da Covid-19 foram isentadas as taxas de ocupação das esplanadas e expositores, as rendas do mercado e feira, as rendas comerciais, o IMI, IMT e taxas urbanísticas para novos projetos, num apoio que rondou os 200 mil euros. 

Até 30 de junho de 2021, continuam isentadas as taxas de ocupação das esplanadas e expositores; e reduzem-se em 50 por cento o valor das rendas em imóveis e equipamentos municipais de atividades comerciais. 

PUB:

A CLÍNICA DO CAMPO DA FEIRA mantém, durante o período de confinamento, todos os seus Serviço de Saúde e Análises Clínicas. Com toda a Segurança e lembrando que o melhor controlo da pandemia depende dos cuidados individuais: uso de máscara, desinfeção das mãos, etiqueta respiratória e distanciamento físico.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar