Alunos de Amarante aprenderam biodiversidade e floresta autóctone

Mais de 60 alunos da Escola Básica de Cepelos, com idades entre os seis e os 10 anos, participaram num seminário on-line, no qual exploraram a temática da biodiversidade característica das serras do Marão e da Aboboreira. 

Dinamizado pelo Gabinete Técnico Florestal, o seminário abordou, ainda, a flora apícola autóctone e a sua importância para as abelhas e grupo de polinizadores.

Recorde-se que Amarante é uma das seis cidades parceiras que integra o projeto BeePathNet, criado com o intuito de contribuir para o desenvolvimento da apicultura como atividade económica, mas também pelo seu papel na alimentação, na monitorização e educação ambiental, tendo, por isso, um papel relevante no desenvolvimento sustentável.

Criado pela cidade de Ljubljana, na Eslovénia, que atualmente lidera oprojeto, o BeePathNet foi considerado pelo programa URBACT da Comissão Europeia uma boa prática. A par de Budapeste na Hungria, Bydgoszcz na Polónia, Cesena em Itália, e Nea Propontida na Grécia, a participação de Amarante reforça o seu posicionamento como cidade que integra projetos inovadores na área do desenvolvimento sustentável, e também enquanto território de relevante apetência apícola.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar